As passagens

No fim das contas, comprar as passagens com oito meses de antecedência foi a melhor coisa que eu podia ter feito. Primeiro porque dei sorte e peguei o dólar baixinho, na casa dos R$1,60, o que fez com que as passagens saíssem por cerca de R$ 2000,00 (reais mesmo. Não é euro não). Segundo porque como parcelamos em 6 vezes, então antes de viajar já havíamos pago tudinho. 

Depois o dólar disparou, como todo mundo sabe, então se não tivessemos comprado com antecedência, corria até o risco de desanimarmos por causa do preço da passagem.

Os trechos voados foram:
São Paulo – Madrid;
Madrid – Lisboa;
Lisboa – Madrid;
Barcelona – Paris;
Paris – Madrid;
Madrid – São Paulo

Tudo incluso no preço lá de cima. Mandamos bem ou não?

Para Barcelona fomos de AVE, o trem de alta velocidade espanhol, e pagamos 43 euros. Depois eu falo mais sobre essa ida de AVE para Barcelona, mas desde já recomendo fortemente.

Um bom observador deve ter sacado que voamos de Iberia, o que eu não recomendo fortemente, mas também não “desrecomendo”, pelo simples fato que a Iberia é barateira, então talvez seja a melhor opção para o viajante econômico,  como eu.

Eu sei que existem as low costs, mas sinceramente, não acho que seja a melhor opção para quem vai viajar desde o Brasil e passar bastante tempo viajando. A menos que você tenha o dom de viajar com uma malinha pequena ou uma mochilinha, eu acho que não vale a pena, porque você tem de pagar extra de bagagem, os aeroportos normalmente não são os mais próximos dos destinos, você corre mais risco de sofrer com atrasos, etc etc etc. Acho as low costs sensacionais para quem, por exemplo, mora na Europa e faz viagens de final de semana ou feriado para os países próximos, mas considere orçar todos os trechos com a companhia que vai te levar para a Europa, que talvez você ganhe em conforto e praticidade.

Anúncios

Tags:

3 Respostas to “As passagens”

  1. Rach Says:

    Digo: ir á Europa e andar de trem É necessário, ehehehehe. Aquele não ficou ali perdido.

  2. Rach Says:

    Eu acho que ir à Europa e não andar de trem é tipo NECESSÁRIO.

    Mesmo ficando presa no Eurostar debaixo do canal depois de um incêndio no 11 de setembro eu acho que vale a pena!

    • Lili Says:

      Eu acho que há casos e casos. Diz que viajar por Portugal de trem é furada, porque a malha férrea deles é antiga e os trens lentos demais, a mesma coisa com os trens na Espanha que ainda não foram modernizados. Mas o AVE Madrid – Barcelona vale muuuito a pena, assim como o Eurostar deve valer também :)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: